A Prefeitura de Sabará está com você na vigilância, controle e prevenção da Febre Amarela.

Confira algumas dicas e informações valiosas sobre a doença:

 

O que é a febre Amarela?

 

É uma doença hemorrágica viral aguda, causada por um vírus do gênero flavivirus. O adjetivo "amarela" designa a tonalidade da pele que afeta alguns doentes. Existe dois tipos de febre amarela, a urbana e a silvestre. No Brasil os últimos casos registrados são de febre amarela silvestre, a febre amarela urbana não há registros desde a década de 40.

 

Quadro clínico

 

A infecção pelo vírus amarílico determina desde quadro inaparente e pouco sintomático (cerca de 90% dos casos) até formas fulminantes. A Febre Amarela afeta todas as idades, mas a gravidade da doença e a letalidade são mais altas em idosos.

 

Sinais e Sintomas

 

Febre, dores de cabeça, icterícia, dores musculares, náuseas, vómitos e fadiga.

 

Transmissão

 

A DOENÇA NÃO É TRANSMITIDA DE PESSOA A PESSOA.

Transmitida ao homem e primatas não humanos (macacos) por mosquitos infectados.

A urbana é transmitida pelo Aedes Aegypti e a silvestre pelo mosquito Haemmagogus.

 

Período de Incubação

 

O período de incubação se refere ao tempo que a pessoa é picada pelo mosquito infectado com o vírus e começa a manifestar os sintomas. Em média de 3 a 6 dias, seguido pela fase de viremia (manifestação da doença). Está é variável, estando relacionada com a gravidade da doença, podendo durar de horas até 1 semana o período é de 3 a 7 dias. Podendo variar de 1 a 12 dias.

 

Tratamento

 

Uma vez que inexiste tratamento específico para a Febre Amarela, as medidas de suporte são o único recurso disponível. Deverão ser internados para acompanhamento em enfermaria, os pacientes com alterações laboratoriais e sinais clínicos de alerta, como vômitos persistentes, hepatomegalia (aumento do fígado) dolorosa e manifestações hemorrágicas leves (sangramento de nariz e gengivas). Os pacientes com sinais clínicos de gravidade (hemorragia, icterícia, choque, febre alta (acima de 39,5°c), intensa cefaleia, mialgia entre outros deverão ter suporte avançado de vida e serem admitidos em unidade de terapia intensiva.

 

 

 

 

 

Prevenção

 

A Febre Amarela é evitada por meio de vacinação. A vacina é extremamente eficaz e segura, estando disponível na rotina do Programa Nacional de Imunização (PNI). Fornece imunidade eficaz no prazo de 30 dias a 99% das pessoas vacinadas. É recomendado duas doses para a pessoa se tornar imunizada contra a doença.

 

Diagnóstico laboratorial

 

Os exames para diagnóstico de Febre Amarela disponíveis na Fundação Ezequiel Dias

(FUNED) são:

 

- Sorologia por Mac Elisa - pesquisa os anticorpos contra Febre Amarela

- Isolamento viral - isolamento viral identifica o vírus.

 

O período ideal para coleta das amostras é:

 

- Sorologia, a partir do 6° (sexto) dia após o início dos sintomas.

- Isolamento viral, do 1° (primeiro) ao 5° (quinto) dia após o aparecimento dos primeiros sintomas.

 

Prevenir ainda é o melhor remédio

 

- Mantenha seu cartão de vacina e de sua família em dia.

 

- Evite acumulo de sujeiras e vasilhames no seu quintal, para o controle vetorial dos mosquitos Aedes e Haemagogus transmissores da febre amarela.

 

- Oriente sua família, colegas de trabalho sobre a vistoria do quintal a fim de evitar criadouros para os mosquitos.

 

- Na área rural, evite adentrar na mata sem proteção (repelentes, roupas compridas).

 

- Melhoria do saneamento básico.

 

- Não deixe água acumulada.

 

Fonte: SES - MG/ Ministério da Saúde

 

 

Contatos: 3672-7861/3672-7708

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.